Pesquisar este blog

Feira Recife Image

10 Workshop Inkmixx Recife

domingo, 23 de outubro de 2016

Como Calcular o Custo de uma Estampa em Filme de Recorte

Todos já sabem que os filmes de recorte vieram para ficar e são uma grande alternativa de personalização, podendo ser aplicadas em qualquer tipo de tecido colorido. 

Nesta postagem vamos dispor para download uma planilha para calcular o custo de uma estampa confeccionado com filmes de recorte, sendo que nesta planilha o cálculo é efetivado usando até quatro camadas, ou seja, quando fazemos estampas em sobreposição. 

Baixe a Planilha em Excel no Link Abaixo


Para exemplificar o cálculo da estampa, "destrichamos" o desenho do Lantern-o-Jack (tradicional abóbora de Halloween), em três partes e consideramos os filmes fluorescentes da Siser.

Para fazer o cálculo de custo, basta preencher a tabela com as dimesões e os valores do metro linear do filme utlizado. Use as dimensões exatas de cada parte, pois já consideramos em nossa planilha 3 mm de sobra para cada lado do recorte. 

Aproveitando que estamos no mês de Halloween disponibilizamos também uma arte em CorelDraw para você montar seu Lantern-o-Jack e exportar em DXF para recorte na Silhouette.



Baixe o  Lantern-o-Jack em Corel 





sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Pantone: 50 Anos a Cores

A Pantone, maior empresa de referencia em gerenciamento de cores postou em seu site as cores mais recorrente e que melhor espelham o espirito de cada década.



sábado, 1 de outubro de 2016

Quando a Sublimação Acontece???!!!

Os corantes Sublimaticos tem a propriedade de vaporizar quando aquecidos, e quando utilizados na termotransferencia temos que considerar que este esteja em contato com uma superfície resinada.



Para esta demonstração utilizamos uma caneca de vidro fosca onde podemos ver claramente a relação entre a vaporização dos corantes e a dilatação do vidro em relação a temperatura.

Transferência por Sublimação

Nos processos de transferência são mencionados como parâmetros: Tempo, Temperatura e Pressão, porém prefiro definir para que a sublimação se efetive basta que:
A interface transfer/superfície tenham um bom contato e que a mesma atinja 170C.
No vídeo abaixo é possível visualizar que a sublimação se inicia aos 140 C e se efetiva com 200 C, porém deve-se considerar uma variação de 10% entre a temperatura do painel da máquina com a temperatura real da interface transfer/superfície. 


Dilatação do Vidro



Em muitos casos as transferências em canecas de vidro ocorrem trincas. O vidro tem alto índice de dilatação e ao mesmo tempo grande dificuldade de conduzir o calor. Pelo vidro ser uma estrutura cristalina e a dilatação ocorrer de maneira desigual, acarreta o cisalhamento desta estrutura e como consequência trintas e a até a quebra da mesma.


É recomendado prensar as canecas de vidro ao ligar a prensa, quando ela ainda esta fria, proporcionando um aquecimento gradual e não colocar pressão excessiva na prensagem. O choque térmico ao resfriar também deve ser evitado.

A prensa utilizada para este teste foi a FreeSub Dupla Ação. Este modelo tem a peculiaridade de ceder sua estrutura quando pressionada, diferentemente das prensas comuns que tem uma estrutura mais rígida. No vídeo é possível ver a referida prensa ceder devido a dilatação da caneca.